Fear The Walking Dead - 1ª Temporada | Crítica - Popcorn Station Fear The Walking Dead - 1ª Temporada | Crítica - Popcorn Station

Ads Top

Fear The Walking Dead - 1ª Temporada | Crítica


Fear The Walking Dead - 1ª Temporada
Elenco: Kim Dickens, Cliff Curtis, Frank Dillane, Alycia Debnam-Carey, Lorenzo James Henrie e mais.
Estreia: 23 de agosto de 2015.


Fear The Walking Dead chega ao fim de sua breve primeira temporada. Impossível falar da série sem comparar com The Walking Dead, série de onde originada. A primeira temporada foi muito boa, com alguns altos e baixos, mas terminou da melhor forma possível. Relutei para dar 5 estrelas para a temporada, mas os pontos baixos não me deixaram dar mais que 4 estrelas.

A série começou com uma proposta diferente da original. Poucos zumbis, mais dramas familiares. Os primeiros episódios é exatamente isso que temos, vemos Nick sofrendo sua abstinência, um pai tentando lidar com a família de sua namorada e ao mesmo tempo lidando com a sua ex-mulher e seu filho e poucos zumbis. Algo que me incomodou um pouco, pois nós que acompanhamos a série principal estamos acostumados com ataques, ação e muitos tiroteios, mas com o passar dos episódios acabei me acostumando com a proposta.

Conforme a temporada ia passando os ataques aumentaram, vimos a destruição em Los Angeles, o exército caçando walkers nas ruas. Mas antes de isso acontecer tivemos os pontos baixos, alguns personagens rasos aparecendo, como por exemplo a Dra. Exner (Sandrine Holt), que aparece e sai da série sem acrescentar nada, alguns militares genéricos que simplesmente aparecem por terem que aparecer, mas tirando isso, a série seguiu em frente muito bem.

Um dos méritos da série é seus personagens principais. A cada personagem é bem trabalhado, com boas histórias e boas motivações. Não temos um líder claro no grupo, não teremos um "Rick" na série, será uma história sobre um grupo. Gostaria de destacar o personagem de Nick (Frank Dillane), o mais diferente até o momento, um viciado perdido no fim do mundo. No último episódio temos um pequeno monólogo em que ele fala que sempre esteve perdido, agora apenas o resto do mundo se perdeu também. Muito bom. Outro personagem ótimo é de Travis (Cliff Curtis), no começo o mocinho, que não quer fazer mal a ninguém, até o chegarmos na season finale em que ele finalmente percebe que as coisas não funcionam mais assim.

O final da temporada deixou muita coisa em aberto, temos o misterioso Victor Strand (Colman Domingo), uma grande perda no grupo e todos perdidos, sem direção. Irão todos tentar chegar ao barco de Strand? Vão seguir para o deserto? Muitas perguntas que serão respondidas só em 2016.

A primeira temporada de Fear The Walking Dead é superior à de The Walking Dead. Não tirando os méritos, mas por termos um orçamento maior, temos mais efeitos especiais, um elenco mais forte e a possibilidade de seguir uma história própria, sem sofrer a comparação das histórias em quadrinhos que originam a série principal. Ainda há muito trabalho para o derivado alcançar a série original, mas a série começou muito bem e tem potencial. E sobre o crossover: vai demorar.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.