Narcos - 1ª Temporada | Crítica - Popcorn Station Narcos - 1ª Temporada | Crítica - Popcorn Station

Ads Top

Narcos - 1ª Temporada | Crítica



Narcos - 1ª Temporada
Elenco: Wagner Moura, Boyd Holbrook, Pedro Pascal, Joanna Christie, Maurice Compte e outros.
Estreia: 28 de agosto de 2015.






Finalmente cheguei ao fim da excelente primeira temporada de Narcos. A série começou muito bem, com o episódio piloto sensacional. Podemos ver a postura silenciosa e intimidadora de Pablo Escobar logo em sua primeira cena. Escobar mostra sua superioridade sem precisar mostrar força física, algo que vimos muito em Breaking Bad com Gus Fring. A atuação de Wagner Moura é ótima, seu espanhol não é muito bom, mas também não chega a incomodar. Talvez se você seja fluente na língua, isso lhe incomode mais. 

A série conta a vida de Pablo Escobar e apesar de ele ser o protagonista, vemos a história toda pelo ponto de vista do agente americano Murphy. Ele narra a história, apesar de parecer chato, isso não me incomodou durante a primeira temporada. Seu personagem foram uns dos que mais mudaram pela primeira temporada, no começo vimos ele querendo fazer o bem, mas não querendo sujar as mãos, mas quando ele vê que a única maneira de pegar Escobar seria fazendo tudo que pudesse, ele faz. 

Algo que Narcos pecou foi desenvolvimento de seus personagens secundários. O personagem do Murphy e Escobar tiveram uma grande evolução durante a temporada, mas outros foram esquecidos. Um exemplo disso é Gustavo, primo e braço direito de Escobar. Vemos ele do primeiro ao último episódio em que ele aparece falando a mesma coisa "você precisa se controlar, Pablo", "isso está errado, Pablo" e coisas do tipo. Até tentaram um romance para o personagem, mas foi algo que acrescentou muito pouco a história.

A série utliza de imagens reais de Pablo Escobar, reportagens que realmente aconteceram e recriam algumas cenas, como a foto da primeira prisão de Escobar. Isso da um tom de realidade para a série, vemos a dificuldade de comunicação entre os governos colombiano e americano, ambos querem pegar Pablo, mas nunca chegam em um acordo.

Narcos teve a produção de José Padilha, que dirigiu somente os dois primeiro episódios, que são ótimos. Vemos o estilo de filmagem Tropa de Elite claramente. Mas os episódios que se destacaram foram os 7 e o 8, ambos dirigidos pelo brasileiro Fernando Coimbra. Dois episódios violentos e com muita ação. Foram nesses episódios que Narcos teve uma grande mudança que levaram para o excelente final de temporada e uma grande sequência de ação.

A season finale já deixou sua ponta para a segunda temporada que está confirmada. Pablo fugiu e DEA e o exército colombiano estão atrás dele, devemos ter uma grande perseguição de gato e rato na segunda temporada.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.