Prison Break - 5ª Temporada | Crítica - Popcorn Station Prison Break - 5ª Temporada | Crítica - Popcorn Station

Ads Top

Prison Break - 5ª Temporada | Crítica


Prison Break - 5ª Temporada
Elenco: Wentworth Miller, Dominic Purcell, Sarah Wayne Callies, Robert Knepper, Mark Feurstein, Augustus Prew e mais.
Criação: Paul Scheuring.
Estreia: 4 de Abril de 2017.


Prison Break foi uma série curta. Foram quatro temporadas, com altos baixos, nenhuma superando a genialidade do primeiro ano da série. O revival prometia trazer esse clima de volta, colocando Scofield novamente em uma prisão e colocando sua genialidade em prática. Apesar de uma história interessante, a nova temporada ficou devendo.

Depois de ser dado como morto, Michael Scofield (Wentworth Miller) aparece preso no Oriente Médio. Com poucas pistas, Lincoln Burrows (Dominic Purcell) vai atrás do seu irmão para conseguir respostas e resgatá-lo. A temporada ainda trouxe outros nomes do elenco principal, como Sara Tancredi (Sarah Wayne Callies), T-Bag (Robert Knepper), C-Note (Rockmond Dunbar) e Sucre (Amaury Nolasco).

Apesar de alguns defeitos, a trama principal da série é boa. Temos um assunto atual como o terrorismo e também bons argumentos para Michael estar vivo, ainda fazendo uma ligação com os acontecimentos da temporada final. Depois de 7 anos planejando seu retorno, vemos Scofield colocando sua genialidade em prática, e isso é o melhor dessa nova temporada.

O que mais tivemos nesta temporada eram soluções simples e furos de roteiro. Um anel que convenientemente valia milhões, personagens que a principio eram importantes, mas deixados de lado e também a introdução de personagens apenas pelo fan-service, um exemplo é a participação do Sucre.

Outro fator que incomoda são as atuações. Temos uma boa química entre Wentworth Miller e Dominic Purcell, realmente passando o sentimento de irmandade entre eles. Por outro lado, falta química entre Wentworth Miller e Sarah Wayne Callies, que não parecem ser amar em momento algum. Ainda temos a atuação patética de Augustus Prew (Whip), cheio de caras e bocas, tentando referenciar T-Bag e falhando miseravelmente. Também temos Mark Feurstein como Jacob, novo marido de Sara, que até mostra uma boa atuação, mas seu personagem não tem boas motivações.

Resumindo, Prison Break poderia ter voltado com grande estilo, uma boa temporada e ainda garantir, quem sabe, mais uma temporada. Infelizmente, tantos erros no roteiro resultaram em baixas audiências, deixando a série na geladeira. Nova temporada? Segundo a Fox, se isso acontecer, deve ser apenas em 2019.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.