The Leftovers - 3° Temporada | Crítica - Popcorn Station The Leftovers - 3° Temporada | Crítica - Popcorn Station

Ads Top

The Leftovers - 3° Temporada | Crítica

The Leftovers - 3° Temporada
Elenco:Justin Theroux, Carrie Coon, Christopher Eccleston, Chris Zylka, Liv Tyler
Criação: Damon Lindelof, Tom Perrotta
Estréia: 16 de abril de 2017


São várias as séries que vem e causam estardalhaço entre fãs e críticos, alcançando números enormes de audiência e se transformando em verdadeiras franquias, porém, existem aquelas que tem um objetivo um tanto quanto diferente, almejam contar uma história de forma autêntica e por vezes passam longe dos holofotes, o que não às torna menos espetaculares. Nesse contexto é que se encaixa The Leftovers, que chegou ao fim nesse domingo. Já havendo sido anunciado que a terceira temporada seria a última, restava a Damon Lindelof (Lost), dar um final digno à algo que já havia sido concebido de forma grandiosa e se tornado uma obra prima com o passar do tempo.

Com episódios incrivelmente fortes, belíssimos tanto em questão de produção como em relevância, a série que sempre se mostrou intrigante e dotada de interpretações marcantes, conseguiu elevar ainda mais o nível já altíssimo mostrado no ano anterior. Sempre certeira em abordar os personagens certos no momento certo, coube a Mimi Leder, dirigir os mais grandiosos episódios da epopeia de Kevin Garvey (Justin Theroux).

 “Nada será respondido, tudo será respondido. E aí acaba.”

Essa foi a sinopse revelada do último episódio intitulado “The Book of Nora” e foi exatamente o que nos foi apresentado ao longo de uma hora e onze minutos, onde o espectador foi presenteado com respostas, mas também convidado a aceitar a explicação dada por Nora Durst (Carrie Coon) ou confiar em suas próprias convicções estabelecidas durante toda a série. Dessa forma, Lindelof se redime do acontecido em Lost e coloca The Leftovers em um outro nível na televisão atual, tratando de um tema um tanto quanto polêmico com maestria, colocando-se como indispensável para qualquer admirador de um bom programa.

Provavelmente, The Leftovers não se encaixará jamais nos formatos de série pra serem consumidos de forma voraz, por necessitar de um exercício continuo de reflexão e por testar por muitas vezes as crenças do próprio espectador, mas tudo isso só contribui para que a obra se mantenha ainda mais autêntica e bela.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.