ÚLTIMAS

Vende-se esta Casa | Crítica

Vende-se esta Casa (The Open House)
Elenco: Dylan Minnette, Piercey Dalton, Sharif Atkins, Patricia Bethune, Aaron Abrams
Direção: Matt Angel e Suzanne Coote
Estreia: 19 de janeiro de 2018.

★★★

 
Os filmes de terror vão aos poucos deixando de lado a ideia principal que é prender o folego do telespectador durante as cenas, aguardando sempre o pior e se espantando mesmo quando ele não acontece.

Com o passar do tempo, vai se tornando um gênero que peca pelo excesso, principalmente de filmes com a mesma temática e que tendem a se repetir dentro do próprio título (são incontáveis os filmes que já estão na parte 4 ou 5 por aí), se um tempo atrás isso foi utilizado com maestria com franquias como Halloween ou Sexta-feira 13, hoje em dia o público tende a sair cada vez mais insatisfeito ao final do filme.

Dito isto, a Netflix disponibilizou hoje em seu catálogo uma produção original intitulada The Open House (Vende-se esta Casa), dirigida por Matt Angel e Suzanne Coote. O filme tem uma premissa bastante simples e um tanto quanto clichê, após uma tragédia familiar, mãe e filho vão morar numa casa afastada nas montanhas, sendo que o único requisito para que vivam lá é que ambos não estejam na casa durante os horários de visitação para potenciais compradores.

A partir daí você já deve ter visto este roteiro por centenas de vezes, cidadezinha, gente estranha esbarrando com a família em todo lugar e aquela sensação de observação constante característica dos filmes deste estilo estão presentes durante todo o restante do longa.

Porém, o que mais agrada neste caso é que o filme não se excede na pegada típica do estilo terror e começa aos poucos a prender a atenção de quem está do outro lado da tela, utilizando a “rotina” e suas breves alterações para dar pequenos indícios e até pregar truques no telespectador, causando sensações que variam entre alívio até frustração, mas em nenhum momento indiferença.

O elenco consegue cumprir bem com seu papel, trazendo até bons momentos de Piercey Dalton,Dylan Minnette, que se mostrou mais do que competente na aclamada 13 Reasons Why, novamente desempenha um bom papel.

Por mais que sofra a falta de um roteiro mais caprichado, Vende-se esta Casa consegue te segurar na frente da tela até o último segundo e entrega bons momentos apesar de não parecer se preocupar em colocar a trama em pratos limpos para que você termine o filme com a sensação de detetive com o caso resolvido. Um filme que pode valer sua noite livre no final de semana.

Nenhum comentário